quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Saiba mais sobre como ficam presos e morrem animais marinhos pelos PP-APDs

Learn more about how to get stuck and dying marine animals by ALDFG

Fonte: Global Garbage

Como eles se enredam?
How they get entangled?

Alguns vertebrados marinhos a respiração é pulmonar, como as tartarugas, focas, lobos marinhos, baleias e golfinhos, quando presos não conseguem subir à superfície para respirar e acabam morrendo por afogamento.
No caso dos golfinhos,  o fato de ficarem presos é estranho, pois eles possuem capacidades extraordinárias de discriminação de objetos através da ecolocalização. Nestas condições, porque eles são incapazes de detectar redes?/ Some marine vertebrates is pulmonary respiration, such as turtles, seals, wolves marines, whales and dolphins, they fail to rise to the surface to breathe and die by drowning.
In the case of dolphins, the fact that getting stuck is strange because they possess extraordinary abilities of discrimination of objects through echolocation. Under these conditions, because they are unable to detect nets?

O especialista americano Whitlow Au mediu a intensidade dos ecos produzidos por vários tipos de malhas e concluiu que, em teoria, um golfinho deveria  detectar qualquer tipo de rede se emitir os seus impulsos de ultra-sons a cerca de 10 metros de distância. Na prática as circunstâncias não correspondem às esperadas pela teoria, e várias hipóteses são levantadas/The American expert Whitlow Au measured the intensity of the echoes produced by various types of meshes and concluded that, in theory, a dolphin should be able to detect any net. They emit pulses of ultrasound at about 10 meters away. In practical circumstances do not correspond to those expected by theory, and several hypotheses arise.


É bem possível, em primeiro lugar, que os golfinhos passem a maior parte do tempo sem emitir impulsos. A ecolocalização pode ser usada intensamente apenas em situações de caça. Por outro lado, eles estão habituados a encontrar outras barreiras acusticamente detectáveis, com um eco de intensidade comparável ao das redes, como bolhas de ar ou organismos planctônicos, mas que são penetráveis e não representam perigo. Outra possibilidade ainda é que a presença de peixes a debater na própria rede atraia os golfinhos e a distração provocada pelas presas não lhes permite perceber a proximidade do perigo da malhaIt is quite possible, firstly, the dolphins spend most of the time without emitting pulses. The echolocation can only be used intensively in hunting situations. Moreover, they are used to find other barriers acoustically detectable, with an echo of intensity comparable to the networks, such as air bubbles or plankton, but they are penetrable and not dangerous. Another possibility is that the presence of fish in debating own network attracted the dolphins and distraction caused by prey not allow them to become aware of the approaching danger in the mesh.


O inglês David Goodson sugere outra dificuldade importante para um golfinho que se aproxima de um peixe enredado: a fixação do seu sistema de ecolocalização num alvo em aproximação relativa crescente implica um aumento progressivo da frequência de emissão dos impulsos, o que reduz grandemente a capacidade de detecção de objetos “secundários”.
No caso de outros cetáceos que não possuem ecolocalização ativa, como as baleias, a falta de visibilidade parece aumentar a incidência de enredamentos, já que estes ocorrem, sobretudo durante a noite, e, no caso de zonas costeiras, a seguir a tempestades que aumentam a turbidez das águas/The Englishman David Goodson suggests another major difficulty for a dolphin approaching that of a fish caught: the fixation of their echolocation system approaching a target on increasing implies a progressive increase of the emission frequency of the pulses, which greatly reduces the ability of object detection "secondary."
In case of other animals who have no active echolocation like whales, the lack of visibility appear to increase the incidence of entanglements, since they occur mostly during the night, and in the case of coastal areas, following which increase storms the turbidity of the water.

E os peixes, como morrem?
And fish, how they die?

Os peixes morrem por enredamento, asfixia ou ingestão dos petrechos de pesca, muitos animais que ingerem os petrechos tem o bloqueio do esôfago e danos ao aparelho digestivo levando às infecções internas, debilitação, afogamento e fome.
Os principais problemas físicos, como resultado do enredamento, são:
- feridas externas, que pode causar ulceração, infecção e morte;
- asfixia (o peixe requer movimento para a respiração);
- capacidade de reprodução prejudicada;
- alimentação, nutrição prejudicada;
- crescimento restrito e circulação reduzida para os membros.
The fish die from entanglement, suffocation and ingestion of fishing gear, many animals that ingest the fishing gear is blocking the esophagus and damage to the digestive tract leading to internal infections, debilitation, drowning and starvation.
The major physical problems, as a result of the entanglement, are:
- External wounds, which can cause ulceration, infection and death;
- Asphyxia (fish require for breathing motion);
- Impaired ability to reproduce;
- Food, nutrition impaired;
- Restricted growth and reduced circulation to members.

 Fonte: Global Garbage

Referências/ References

 http://golfinhos.net/portal/vida/vitimas-das-redes.html

http://www.wpcouncil.org/documents/apecseminar/panel%201-%20science%20and%20policy/presentation%20by%20dr.%20tatsuro%20matsuoka.pdf

http://en.wikipedia.org/wiki/Wild_fisheries

http://www.scotland.gov.uk/Publications/2012/09/6461/4



AGUARDEM...
 PRÓXIMO CLEAN UP DIVE, O ÚLTIMO DO ANO!


Produção: Ac. Bio. Júlia Alves 



2 comentários:

  1. Carambaaaa...muito interessante!Pena que os animais ainda não conseguiram detectar as redes!!

    ResponderExcluir
  2. Mais um Clean up pra fechar o ano mais azul

    ResponderExcluir